DIY usar calça como vestido bandage

Oi galera, hoje é sexta, o que vcs vão fazer?

Colocar sua roupa mais confortável do mundo e ficar em casa curtindo o friozinho ou sair pra curtir a noite vestida de sexy lady?
O post de hoje vai ensinar como usar sua roupa mais confortável  como arma de sedução 🙂

Um dia eu ia pra balada e já tava tarde, não dava mais pra sair pra comprar roupa e eu queria muito usar um vestido bandage. Não sei dizer porque exatamente mas acabei pegando essa minha calça, que é de tecido fininho e stretch, dessas de ficar em casa, e fui me enrolando nela até dar certo.

É muito fácil fazer:

Outra coisa boa: não precisa cortar nem costurar nada, então vc continua usando sua calça normalmente.

Eu sugiro usar um body pra segurar as gordurinhas por baixo do vestido/calça porque, a não ser que vc seja a Alessandra Ambrósio, você vai ficar bem mais à vontade. Como o vestido fica bem colado no corpo, também é uma boa ideia deixar o comprimento do meio pra baixo da coxa. Fica mais elegante sem perder o charme.

Espero que tenham gostado do DIY da semana!

beijos e bom fim de semana! Lu.

Usar seu lenço como pulseira

Tava conversando com uma amiga sobre como é raro eu usar acessórios, e ela disse que sente o mesmo. Achamos lindo, temos várias peças, mas não usamos por preguiça ou por medo de ficar over.

Isto não está certo! Se você acha bonito, vale a pena investir, testar algumas composições e ser mais ousada. E eu tenho levado isso a sério!

Minha aposta nos últimos tempos tem sido os lencinhos amarrados no pulso, como se fosse um bracelete. Geralmente faço uma composição com outras bijuterias, pra ficar uma mistura bem rica de textura e cores.

Tem vários jeitos de usar um lenço como pulseira. Se for um lencinho bem fino, dá pra trançar, prender pingentes etc.

Gosto de fazer uma amarração simples no pulso, deixando a parte da estampa sempre pra fora e fechando com um nó na lateral.

Realidades incontestáveis sobre a sua cabeça

Você tem dor de cabeça? Crônica? Praticamente todos os dias? Eu tenho. Na minha última crise eu fiquei pensando sobre o que as pessoas devem pensar quando eu tento explicar o quanto a minha cabeça doi.

Ninguém é obrigado a entender o que se passa pela sua cabeça, nem pela sua mente. Isso é só da sua conta. Também ninguém precisa te dar uma folga ou pegar mais leve com você porque sua cabeça está a mil. Isso é problema só seu. Só você sabe das suas dores. Só você tem as obrigações que você tem. Só você tem que aturar as cobranças que você atura. E só você sabe se a sua dor de cabeça é psicológica ou não.

Por falar nisso, há quem já tenha descoberto que trabalhar sob pressão Você tem dor de cabeça? Crônica? Praticamente todos os dias? Eu tenho. Na minha última crise eu fiquei pensando sobre o que as pessoas devem pensar quando eu tento explicar o quanto a minha cabeça doi.

Ninguém é obrigado a entender o que se passa pela sua cabeça, nem pela sua mente. Isso é só da sua conta. Também ninguém precisa te dar uma folga ou pegar mais leve com você porque sua cabeça está a mil. Isso é problema só seu. Só você sabe das suas dores. Só você tem as obrigações que você tem. Só você tem que aturar as cobranças que você atura.

Por falar nisso, há quem já tenha descoberto que trabalhar sob pressão pode render os melhores resultados. Afinal, se pudesse escolher como seria sua vida, você escolheria viver com emoção ou sem emoção? Desafio é sinônimo de adrenalina, mas também vem acompanhado de sacrifícios. Só não pense que sacrifício significa dor. Não precisa significar. Você tem coisas demais na sua cabeça que não pode tirar, a dor não precisa ser uma delas. Dor de cabeça não precisa ser desculpa para nada. Aliás desculpas são uma perda de tempo, um desgaste.

Acho que o que eu quero dizer é que, essencial é estar em paz e não ter medo do desafio. Sim, o desafio é ser feliz. Ser feliz é o bilhete dourado que vivemos correndo atrás. É um bônus. Que deve ser saboreado em porções esporádicas que variam entre uma brisa suave de alegria a golpes avassaladores de prazer. Vou tomar uma neosa.pode render os melhores resultados. Afinal, se pudesse escolher como seria sua vida, você escolheria viver com emoção ou sem emoção? Desafio é sinônimo de adrenalina, mas também vem acompanhado de sacrifícios. Só não pense que sacrifício significa dor. Não precisa significar. Você tem coisas demais na sua cabeça que não pode tirar, a dor não precisa ser uma delas. Dor de cabeça não precisa ser desculpa para nada. Aliás desculpas são uma perda de tempo, um desgaste.

Acho que o que eu quero dizer é que, essencial é estar em paz e não ter medo do desafio. Sim, o desafio é ser feliz. Ser feliz é o bilhete dourado que vivemos correndo atrás. É um bônus. Que deve ser saboreado em porções esporádicas que variam entre uma brisa suave de alegria a golpes avassaladores de prazer. Vou tomar uma Neosaldina.